O que é hipoglicemia?

Quando a taxa de glicose no sangue fica muito baixa, seja por conta de doses elevadas de insulina e/ou remédios, seja por alimentação inadequada ou exercícios físicos em excesso, ocorre a crise de hipoglicemia. Os sintomas são muito claros e facilmente reconhecidos por portadores de diabetes: fome, tremores, suor, sensação de fraqueza, confusão mental, palpitação. Muitas vezes, a simples ingestão de um alimento com açúcar resolve a crise. Se o paciente estiver acordado, consciente, recomenda-se dar a ele algum alimento com bom índice glicêmico assim que desconfiar que sua taxa de glicose está muito baixa (preferencialmente mediante confirmação pela medição da glicemia na ponta do dedo).

Recomenda-se ingerir 15 g de carboidratos. Veja abaixo algumas sugestões:

  • 1 colher (das de sopa, rasa) de açúcar com água
  • 150 ml (1 copo pequeno) de refrigerante regular, isto é, não dietético
  • 150 ml (um copo pequeno) de suco de laranja
  • 3 balas de caramelo 

Se o paciente estiver inconsciente, ou mesmo semiconsciente, de modo a não conseguir mais ingerir alimentos, deve-se buscar resolver a crise hipoglicêmica por meio de injeção. Sugere-se que a pessoa com diabetes (principalmente aquela que usa insulina) tenha sempre consigo uma ampola de glucagon para essas situações. A injeção é subcutânea, como a da insulina.

Outra opção é colocar um pouco de açúcar na mucosa da bochecha da pessoa desacordada, na perspectiva de que seja absorvida alguma glicose e essa venha a acordar. Ressaltamos aqui que esse procedimento deve ser feito com todo cuidado para que o açúcar não desça para a garganta e o paciente corra o risco de engasgar-se. A administração intravenosa da glicose só deve ser realizada em ambiente hospitalar.